quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Poesia do Palhaço

video



Se pudesse mensurar as palavras dessa poesia

Se conseguisse pelo menos recitá-la sem derramar uma lágrima

Se não vivesse na pele de um palhaço

Se não tivesse sentido essa magia dentro do meu coração

Se não tivesse testemunhado o brilho de um olhar quando no seus piores momentos, ainda assim encontram forças para um simples sorriso e uma faisca de esperança que em algum momento lhe trará uma nova força para viver.

Ser palhaço talvez não seja o remédio que irá curar a dor de um ser por completo, mas talvez seja uma gota de esperança para que seu coração possa voltar a vida.

Palhaço Pipoca

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Aventuras do Pipoca

Assalto Complicado


Palhaço Pipoca estava andando pelas ruas de sua casa em Pamonhangaba quando foi parado por um marginal, mas não era nem marginal Pinheiros e nem marginal Tietê, era um larápio que segundo o depoimento da vítima, conhecia sua fama de milhonário.

O marginal chegou e disse:
-Muito bem, isso é um assalto!!!
Pipoca respondeu:
-Ué , mas não estou vendendo nada!!
Assaltante:
-Olha aqui seu Palhaço, eu é que estou assaltando!!
Pipoca:
-Ué, o que é que você está vendendo?
Assaltante:
-Não estou vendendo nada, quero dinheiro, grana, bufunfa!!
Pipoca:
-Pera aí, você não acha que está querendo muito, escolha um dos três e depois a gente conversa!!
Assaltante:
-Olha aqui seu espertinho, não tente me enrolar se não lhe dou uma bala hein!!
Pipoca:
-Me desculpe senhor, mas não gosto de doces, ainda mais balas que faz mal para os dentes.
Assaltante:
-Ora seu bobo, me passa a carteira!!
Pipoca:
-Porque você não disse que queria minha carteira?
Assaltante:
-Escuta, faz meia hora que estou pedindo seu dinheiro...você está brincando comigo?
Pipoca:
-Ei , você está me assaltando?
Assaltante:
-Não seu palhaço idiota, estou lhe vendendo melancia!!
Pipoca:
-Ah é, e quanto custa?
Assaltaltante
-Aiiiii!!!!Assim não dááá...desistoooo...buaaaaaaa....sou um fracassoooo!
Pipoca:
-Não faça assim, assim vou ficar triste eu compro a melancia, pode deixar!!

Neste momento passava um guarda e o assaltante foi logo gritando:

-Socoooorrro seu guarda, me leve para a cadeiaaa, esse palhaço quer me deixar loucoo...buaaaa...dãããã....blu,blu,blu>

Pipoca não entendendo nada disse:

-Ué, que rapaz esquisito, esse mundo anda meio estranho, preciso tomar cuidado...vai que vem um outro doido querendo me assaltar...eu hein!!!!

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Milharal ll

E voltamos agora com nossa viagem a milharal, após a conversa com os pais de Pipoca, que digas-se de passagem, foi muito interessante vamos falar agora com seu prefeito Bolodemilho Neto.
-Senhor Bolodemilho, achei a cidade fantástica e como o senhor é a espiga mais velha do pedaço, gostaria de entrevistar você.
-Moro aqui desde quando a cidade foi plantada, muitos dizem que sou um prefeito ladrão ...isso é mentira, sempre fui honesto e educado, pois eu sempre pedi licença a população para emprestar uns milhinhos dos cofres públicos, é claro que ainda não paguei os 50 últimos empréstimos, mas assim que puder emprestar mais, prometo pagar.
-Ééééé...uhum..quer dizer.. vamos continuar nossopasseio pela cidade, com certeza iremos encontrar mais pessoas interessantes.
Enquanto isso vamos ao comercial e assim que estivermos prontos voltaremos.

sábado, 7 de agosto de 2010

domingo, 1 de agosto de 2010




Viagem pelo milharal


Olá pessoal, estamos aqui no milharal e estamos na cidade Pamonha Salgada, onde contaremos a história do Palhaço Pipoca.Estamos aqui com o pai do Pipoca o senhor Pipoca Salgada e ele nos contará um pouco da vida no milharal onde vive desde sua infãncia.


- Bem, quando eu nasci e ainda era uma espiguinha, aprendi a ter um gosto musical apurado, ouvia muito rock, tinhamos ótimas bandas aqui pelo milharal, tinhamos os Pipocas Explosivas, Milhos do Porão(banda punk), Pop Corn Explosive Dead, Sabugos Irados, Pamonhas de Ferro e outras. Eu mesmo deixei meus cabelos crescerem e montei uma banda chamada, Polentas Assassinas.


Vejam pessoal que história emocionante, o pai do Pipoca um verdadeiro rockeiro e segundo relatos dos moradores de Pamonhas, fez muito sucesso e só parou com a chegada do seu filho Pipocaaaaa.Vamos conversar agora com a senhora Polenta Frita.


Senhora Polenta Frita, como foi que conheceu seu marido Pipoca Salgada?


Bem, estava eu em um show no estádio Milho Cozido e eu o vi passar e eu estava muito bem produzida com minha palha de peles, foi amor ao primeiro estouro. passamos a namorar, lembro me bem de nossos passeios em Milhópolis enquanto meu namorado se apresentava em suas turnês.


Olha só galera que histórias maneiras, acompanhem a continuação da História do Pipoca na próxima semanaaaa!!!